Peixes ColoridosCriar peixes ornamentais é uma prática que serve tanto para estética quanto para quem sofre com o estresse. O ambiente com a presença dos peixes transmite um ar mais calmo e prazeroso, ao mesmo tempo em que eles brincam dentro do aquário, entretendo a quem os contempla.

A carpa, por exemplo, é um dos peixes usados para ornamentação. Adapta-se bem às condições de cativeiro. Além de sua beleza, as carpas possuem grande capacidade de reprodução e se apresentam com escamas de cores variadas. Tem carpa de cor vermelha, branca, preta, amarela e marrom. Também mostram tons prateados, dourados, cintilantes e azulados.

Criar carpas não é apenas jogar na água, alimentar e vê-las crescer. Elas têm que estar em locais preparados, como lagos, rasos, para facilitar a observação. Devido à sua rápida adaptação, podem viver tranquilamente em qualquer região do país. A temperatura deve estar entre 15º e 25º C e é possível criá-las em tanques, aquários ou lagos.

A espécie de carpa mais conhecida é a japonesa Nishikigoi. Sua beleza chama a atenção. Por isso são encontradas em vários locais do mundo como decoração em lagos de jardins. O brilho de suas escamas faz com que sejam vistas até em águas escuras. Além disso, podem ser alimentadas com restos de comida humana.

No Japão, acontecem anualmente exposições dos criadores de carpas que se unem à volta do All Japan Nishikigoi Promotion Association (JNPA), onde são promovidas exposições, leilões e concursos diversos tipos de carpas. Os colecionadores se reúnem do Zen Nippon Airinkai, local que recebe as exposições internacionais.

No Brasil, a Associação Brasileira de Nishikigoi (ABN) reúne os criadores, expositores e aquariofilistas. Do mesmo modo do Japão, o Brasil possui a própria associação, o Brazilian Koi Club, localizada na cidade de Sorocaba em São Paulo.

Mercado

Os alevinos de carpas são vendidos em sacos plásticos contendo mil filhotes. O preço das carpas é bem variado, cada uma delas equivale a cerca de 0,70 centavos, ou seja, para adquirir um milheiro do peixe, vai gastar em torno de R$ 700,00. Não obstante, quando ela cresce, pode chegar a valer 20 mil reais a unidade. Uma carpa alcança os 30cm de comprimento.

Existem concursos de exposição de carpas em que o peixe campeão passa a valer 20 mil reais. Os critérios de avaliação são segundo suas cores, manchas etc. Tais aspectos contribuem para a perda ou ganho de pontos, uma vez que cada espécie é avaliada diferentemente. A carpa mais valiosa é a japonesa Nishikigoi.

As carpas, para a criação comercial, necessitam de autorização do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (IBAMA). Para criá-las, tem que estar preparado para custos, com todo um planejamento em mãos, pois os peixes precisam de locais adequados para residir, isso no caso da criação para fins comerciais. Na criação por hobby, as carpas não dão tantas despesas, porquanto se adaptam até em caixas d'água.

Tipos de Aquário

Os aquários são classificados em: aquários de água doce e os de água salgada. Os de água doce são os que abrigam peixes amazônicos, ciclídeos africanos, plantas, entre outros.

Peixes OrnamentaisOs aquários são:

  • Aquário Comunitário – Conjunto de peixes, vegetais aquáticos, objetos de decoração, criando ambiente de ecossistema.  
  • Aquário de Quarentena – Onde se separa o peixe ou a planta por uns 28 dias para observar as condições de saúde. Depois de observadas,
  • Aquário Hospital – Serve para o tratamento de peixes ou plantas que mostram infecção.
  • Aquário de Criação – Destinado a reproduzir ambiente, próximo ao da natureza, proporcionando condições físicas para a reprodução
  • Aquário de Desenvolvimento – Utilizados para o crescimento de alevinos( filhotes de peixe) pois no comunitário seriam devorados por predadores.